Jovens morrem ao tentar furtar ouro de mineradora em MG

Febereiro de 1916

por Rene Moreira - O Estado

Com outras 15 pessoas, eles entraram em uma tubulação e desmaiaram após inalarem gás tóxico
Os bombeiros tiveram dificuldades no local e demoraram dez horas para fazer o resgate.

mineradora

Os corpos de dois jovens foram retirados nesta terça-feira, 16, da tubulação de uma mineradora em Paracatu, no noroeste de Minas Gerais. Juntos com outras 15 pessoas, eles retiraram uma proteção de aço e entraram em uma manilha onde pretendiam furtar ouro usando carpetes especiais para garimpo.

Porém, teriam começado a sentir um gás tóxico e correram, mas os dois desmaiaram no caminho. Os demais chamaram a polícia e fugiram em seguida. Os bombeiros tiveram dificuldades no local e demoraram dez horas para fazer o resgate. As vítimas foram encontradas já sem vida.

Os corpos passaram por exames que apontarão as causas da morte, que pode também estar ligada à falta de ar nas tubulações. As vítimas são Rafael Coimbra Oliveira, de 25 anos, e Ezequiel Ferreira Lopes dos Reis, de 22 anos.

O caso aconteceu no sistema de disposição de resíduos industriais, onde estão as tubulações que levam os despejos para as barragens. A Kinross, multinacional que atua na área, lamentou as mortes e informou que no local passam resíduos que são considerados "não perigosos".

Corrida. A área de mineração de ouro tem sido palco constante da ação de garimpeiros ilegais. A chamada "caça ao tesouro" tem feito vítimas e causado problemas. No mês passado, uma briga entre um grupo no setor de rejeitos da mineradora deixou um homem morto e seu filho, de 14 anos, ferido.

Depois disso, um novo problema foi registrado pela polícia, que foi chamada por seguranças da mineradora para conter dezenas de garimpeiros que tentavam invadir a área de rejeitos.

Geralmente os invasores colocam uma espécie de carpete para colher o material e, segundo ambientalistas, depois usam produtos que seriam nocivos ao meio ambiente para tentar achar ouro no meio dos resíduos.

Curtir no Facebook

Abrajoia

Academia Brasileira de Joalheria
Escola de Joalheria e Ourivesaria
Av. República Argentina, 452 ● Curitiba ● PR
(41) 3342-5554
WhatApp 413342-5554