Eletrólise e Galvanoplastia

Conceito de Eletrólise

A separação de diferentes partes de um composto utilizando a eletricidade é chamada eletrólise. Para que funcione, o composto deve estar em estado líquido, ou dissolvido em água e conter íons.
Duas placas condutoras de eletricidade (eletrodos) são colocados no composto a ser decomposto - o eletrólito. Quando as placas são conectadas a uma bateria, a corrente elétrica atravessa o composto que, aos poucos, se decompõe em duas partes. Isso acontece porque o eletrodo negativo (catodo) apresenta um excesso de partículas negativamente carregadas e, assim, atrai os íons positivos do composto. O eletrodo positivo (anodo) atrai os íons negativos.

Para provocar a passagem de corrente elétrica em um recipiente contendo NaCl, por exemplo, é nescessário liberar os íons Na+ e Cl- para que possam se movimentar. Isso pode ser conseguido aquecendo-se o sal até a sua fusão ou então adicionando-se água o que provocará dissociação dos íons. Existem dois tipos de eletrólise: a Eletrólise Ígnea e a Eletrose Aquosa.

• Eletrólise Ígnea é o nome que se dá a uma reação química provocada pela passagem de corrente elétrica através de um composto iônico fundido.

• Eletrólise Aquosa é o nome de uma reação química provocada pela passagem de corrente elétrica por meio de uma solução aquosa de um eletrólito.

A eletrólise é um fenômeno de oxi-redução, sendo assim, o total de elétrons perdidos no pólo positivo deve ser igual ao total de elétrons recebidos no pólo negativo.
A Galvanoplastia (galvanização) e a Anodização são exemplos das aplicações da Eletrólise em Química.


Conceito de Galvanoplastia e Anodização


O ato de recobrir uma superfície de metal com uma camada fina de outro metal é conhecido como galvanização. Esse processo é geralmente usado para proteger objetos metálicos contra ferrugem e para melhorar sua aparência.
O objeto que vai receber o banho faz o papel do catodo; um pedaço de papel que vai recobri-lo é o anodo e o eletrólito contém um composto desse metal. Se uma placa de aço deve receber uma camada de estanho, este será usado como ano e a solução e uma solução de sulfato de estanho será usada como eletrólito.
Quando o corrente elétrica é ligada, os íons positivos de estanho migram através da solução até o aço, formando uma camada de estanho em sua superfície. É o processo no qual uma peça metálica, recebe o revestimento de outro metal, através da eletrólise aquosa de um sal.

Esse também é o processo que permite revestir anéis com uma camada de ouro e faqueiros com uma camada de prata. O ferro galvanizado consiste no ferro que recebeu uma camada superficial de zinco por eletrólise.
A anodização é uma forma de resguardar certos metais contra a corrosão, é a formação de uma camada protetora superficial de um óxido do próprio metal. Um processo de anodização bastante conhecido é o caso do alumínio.


Curtir no Facebook

Joalheiros.NET

Escola de Joalheria e Ourivesaria
Av. República Argentina, 452 ● Curitiba ● PR
(41) 3342-5554 ● WhatApp 41 99115-5222