Cadmio

HISTÓRICO: O cádmio foi descoberto em 1817 por Friedrich Strohmeyer.

OCORRÊNCIA NATURAL: O cádmio é um metal relativamente raro na natureza, e encontra-se principalmente nos minerais de zinco (blenda, calamina, smithsonita e hidrozincita), em porcentagens que variam de 0,1 a 0,3%. No Brasil não há produção desse metal.

PROPRIEDADES FÍSICO-QUÍMICAS: O cádmio é um metal de brilho prateado, de cor branco-leitosa. Esse metal tem a propriedade de absorver os nêutrons lentos e, por isso, é utilizado em reatores nucleares. Funde a 320,9o C e seu ponto de ebulição situa-se em torno de 767o C.

UTILIZAÇÃO: O sulfeto de cádmio (CdS) é utilizado como pigmento, devido à sua intensa coloração vermelho-alaranjada, e também usado na construção de fotorresistências, por sua propriedade de retificar a corrente elétrica. O selenieto (CdSe) é também utilizado como pigmento, por sua forte coloração amarela. O sulfato de cádmio (CdSO4) tem dois empregos importantes: na oftalmologia, para preparação de unguentos e pomadas, e na física experimental, para a construção de pilhas-padrão de Weston (apresenta força eletromotriz constante). O cádmio é também empregado na fabricação de acumuladores elétricos, juntamente com o níquel, e também usado na produção de ligas metálicas.


Curtir no Facebook

Joalheiros.NET

Escola de Joalheria e Ourivesaria
Av. República Argentina, 452 ● Curitiba ● PR
(41) 3342-5554 ● WhatApp 41 99115-5222