Joalheria 2

Outras Fontes de Informação

• Associação Brasileira de Gemologia e Mineralogia (ABGM) – SP
• Associação do Comércio de Jóias, Relógios e Ótica do Rio Grande do Sul (AJORSUL) - RS
• Associação dos Joalheiros do Estado de São Paulo (AJESP) - SP
• Associação dos Joalheiros e Relojoeiros do Estado do Rio de Janeiro (AJORIO) - RJ
• Associação dos Joalheiros, Empresários de Pedras Preciosas e Relógios de Minas Gerais (AJOMIG) - MG
• Instituto Brasileiro de Gemas e Metais Preciosos – DF
• Sindicato da Indústria de Joalheria, Ourivesaria, Bijuteria e Lapidação de Gemas do Estado de São Paulo (SINDIJÓIAS) – SP
• Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Joalheria e de Lapidação de Pedras Preciosas – RJ
• Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Joalheria - SP
criação, responsabilidade do estilista ou designer: concepção artística, pesquisa de viabilidade técnica e elaboração do projeto; técnica e elaboração do projeto;
reprodução, responsabilidade do modelista: desenho e fabricação de um modelo preexistente;
fabricação: transformação do metal em lâminas, confecção das peças, soldagem do metal, polimento, cravação de pedras, gravação de desenhos, pintura com esmalte, confecção de moldes. Em grandes empresas, cada função é atribuição de um especialista: laminador, ourives, soldador etc.; restauração e reforma;
estudo das características naturais das pedras preciosas, envolvendo a avaliação de pedras e jóias, responsabilidade do gemólogo.

Condições de Trabalho

Joalheiros autônomos criam e produzem suas peças em casa ou em sua oficina de trabalho, com horário livre. Empregados de empresas geralmente cumprem horário comercial, em oficinas. Permanecem sentados a maior parte do tempo e exigem muito das mãos e dos olhos. Um gemólogo pode trabalhar como autônomo, em joalherias, leilões ou lojas de antigüidades.

Características Pessoais

Atenção a detalhes; boa visão; criatividade; habilidade manual; habilidade para o desenho; interesse pelas artes; ousadia; paciência; perfeccionismo; sensibilidade artística; senso estético.

Qualificação Requerida

Não há exigência de diploma mas, para crescer na profissão, é desejável ter curso superior de artes, desenho industrial ou geologia, quando o candidato quiser ser gemólogo. É imprescindível que o profissional conheça bem a matéria-prima e as técnicas, saiba usar as máquinas e ferramentas e atualize-se permanentemente. Conhecimento de informática pode ser valioso por causa dos programas de desenho.

Recrutamento

Os sindicatos normalmente mantêm um cadastro de profissionais habilitados em cada especialidade, recebem os pedidos das empresas e fazem o encaminhamento. Joalheiro que trabalhe como autônomo tem que fazer um esforço pessoal para conseguir encomendas e tornar-se conhecido no mercado. Uma boa opção é participar de pequenas feiras e amostras. Há também concursos e exposições em que se pode apresentar as criações. Um bom caminho é tornar-se aprendiz num ateliê, ainda na adolescência. A maioria das empresas na indústria forma seu próprio pessoal de produção.

Mercado de Trabalho e Perspectivas

O crescimento da oferta de trabalho para desenhistas de jóias depende muito da situação econômica do país, em épocas de crise ocorre uma redução da demanda por jóias. Profissionais da área asseguram que há escassez de mão-de-obra na área de produção, devido à ausência de programas de formação de profissionais para substituir os que vão se aposentando. Na área da gemologia, o mercado pode ser promissor e existem poucos profissionais capacitados no mercado. O Brasil é um paraíso para quem lida com pedras preciosas, tanto em variedade como em quantidade. Embora não seja uma profissão regulamentada, há cursos de gemologia que atraem muitos interessados. As melhores oportunidades estão concentradas nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais.

Remuneração

A remuneração de um joalheiro varia caso a caso, peça a peça. Varia também de acordo com a região do país e com o poder aquisitivo da população. Um ourives contratado para executar projetos idealizados por outros profissionais, ganha entre R$800 e R$1.000 por mês, podendo chegar a R$5.000, dependendo da qualidade do trabalho. Na indústria de jóias, profissionais de produção ganham cerca de R$1.000. Trabalhadores das fábricas de bijuteria recebem em torno de R$500. Um gemólogo pode ganhar entre R$1.000 e R$5.000, em média.

Carreiras Relacionadas

Artista plástico
Desenhista técnico
Geólogo
Técnico de mecânica de precisão

Outras Fontes de Informação

Associação Brasileira de Gemologia e Mineralogia (ABGM) – SP
Associação do Comércio de Jóias, Relógios e Ótica do Rio Grande do Sul (AJORSUL) - RS
Associação dos Joalheiros do Estado de São Paulo (AJESP) - SP
Associação dos Joalheiros e Relojoeiros do Estado do Rio de Janeiro (AJORIO) - RJ
Associação dos Joalheiros, Empresários de Pedras Preciosas e Relógios de Minas Gerais (AJOMIG) - MG
Instituto Brasileiro de Gemas e Metais Preciosos – DF
Sindicato da Indústria de Joalheria, Ourivesaria, Bijuteria e Lapidação de Gemas do Estado de São Paulo (SINDIJÓIAS) – SP
Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Joalheria e de Lapidação de Pedras Preciosas – RJ
Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Joalheria - SP

Curtir no Facebook

Escola de Joalheria e Ourivesaria
Av. República Argentina, 452 ● Curitiba ● PR
(41) 3342-5554
WhatApp 41991155222