A Radioatividade de Diamantes Irradiados

Para melhorar o colorido de certos diamantes, executa-se um bombardeamento de isótopos radioativos. Com isto, os diamantes tornam-se radioativos, mas após pouco tempo a intensidade de radiação baixa aquém do nível de carga admissível ao organismo humano, e filmes fotográficos ficam velados após 8 a 12 horas de exposição. Além disso, diamantes submetidos a nêutrons no reator nuclear, ou no ciclotron com partículas alfa, prótons e dêuterons tornam-se também radioativos.

Mas com o medidos de condutibilidade para ligação à rede podemos diferenciar os diamantes com cor natural dos artificialmente tingidos de azul.

Visto que os diamantes azuis naturais se classificam no tipo IIb, sendo, portanto, semicondutores, pode-se averiguar sua condutibilidade.

Esta condutibilidade está ausente nas pedras irradiadas, que nunca pertencem ao tipo Iib (mas sim Ia) e que, portanto, são isoladoras.

Curtir no Facebook

Joalheiros.NET

Escola de Joalheria e Ourivesaria
Av. República Argentina, 452 ● Curitiba ● PR
(41) 3342-5554 ● WhatApp 41 99115-5222